Depois de três dias de provas, o 50º CSI*2 –W (The Best Jump) encerra sua programação na tarde deste domingo (22), com o Grande Prêmio Cidade de Porto Alegre, principal prova da competição. Trazendo nomes conhecidos do cenário nacional e internacional, a prova promete ser bastante acirrada, valendo uma habilitação técnica a uma vaga ao Mundial de Hipismo, que acontece nos Estados Unidos (2018), e também a possibilidade de qualificação à Copa do Mundo, na Suécia (2019).

Felipe Amaral foi o grande vencedor do The Best Jump 2017
Foto: Itamar Aguiar

Entre os confirmados na disputa, nomes já vencedores da prova, como o tetracampeão César Almeida e os bicampeões José Reynoso Fernandez Filho e  André Américo de Miranda. Além deles, cavaleiros premiados em outras provas do campeonato deste ano, como o ganhador do Prêmio Gerdau, Luiz Felipe Pimenta Alves; o premiado com a prova Dado Bier, Thiago Rhavy; e o vencedor do Prêmio Água da Pedra e da Golden Cup – Prêmio White Martins, João Vitor Marcon.

A amazona gaúcha Karina Johannpeter, o argentino Justo Albarracin e o uruguaio Martin Rodriguez, participante da Copa do Mundo de Hipismo, em 2017, também fazem parte da lista de confirmados. Ao total, são 31 conjuntos inscritos, sendo quatro deles com amazonas e sete com cavaleiros internacionais, da Argentina e do Uruguai.

Além do prêmio de R$ 110 mil e da possibilidade de participação em outros concursos internacionais, o vencedor da prova ainda receberá um troféu inédito assinado pelo artista Marcos Vaandrade, em homenagem aos 50 anos do The Best Jump.

O campeonato internacional começou na última quinta-feira (19), na Sociedade Hípica Porto Alegrense. Com cerca de 200 conjuntos do Brasil, Uruguai, Argentina, Peru e Portugal, o concurso chegou na 50ª edição com recorde de participação estrangeira.